Vice-campeã mineira, Kethleen Azevedo exalta temporada e diz: “Fica a esperança de um 2020 ainda melhor”

No último sábado (07), o América, de Kethleen Azevedo, foi superado, nos pênaltis, pelo Cruzeiro na grande final do Campeonato Mineiro Feminino, em partida realizada no SESC Venda Nova. Mas isso não tira o brio da excelente campanha do Coelho na disputa Estadual, que em nove jogos, conquistou cinco vitórias, com dois empates e apenas uma derrota.

Kethleen chegou ao América às vésperas do início do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino A2, onde conseguiu montar um grande elenco há poucos dias do início, fazendo uma boa primeira fase, passando pelas oitavas de final e esbarrando no jogo do acesso, diante do Grêmio (RS). Após a participação na competição nacional, houve uma reformulação no elenco para o estadual.

“Foi uma temporada muito difícil, uma reformulação no clube, desde diretoria até atletas e comissão. Assumi a equipe com seis atletas e montamos um elenco há 15 dias da estreia no Campeonato Brasileiro. fizemos uma grande campanha, a melhor campanha da história do América no Brasileirão. No último jogo não conseguimos o acesso, que era o nosso principal objetivo. Depois, no segundo semestre, ainda perdemos algumas peças importantes, seja por lesão, seja por propostas de outras equipes. Fizemos uma reformulação e chegaram peças importantes também. Sabemos que o Campeonato Mineiro seria o mais difícil da história pelo fato das três grandes equipes da capital estarem investindo. Saio de cabeça erguida e com a sensação de dever cumprido”, disse Kethleen.

Em 2015, sob o comando do Ipatinga, Azevedo foi campeã mineira ao bater o América, em Belo Horizonte. Como atleta profissional, a treinadora atuou por 10 anos, inclusive sendo campeã mineira em 2008, pela Associação Esportiva e Recreativa Iguaçu, de Ipatinga.

“Minha equipe fez um excelente Estadual, batendo de frente do Cruzeiro, que tem uma estrutura fantástica e com altos investimentos a nível nacional. Chegamos a final, conseguimos fazer um bom jogo, empatamos e, nos pênaltis, sabemos que é um pouco de loteria também. Treinamos muito nas cobranças de pênaltis, mas não foi possível. Fica a esperança de um 2020 ainda melhor”, finalizou a treinadora.

Devido a boa campanha no Estadual, o América ganhou o direito de disputar, na próxima temporada, o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino A2.

Para saber mais sobre a treinadora Kethleen Azevedo, clique aqui!

Kethleen Azevedo após receber a premiação do Campeonato Mineiro Feminino 2019 | Foto: Mourão Panda / América

Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o site da InterMédio Sports como a fonte da informação).

Compartilhar
Entre em contato!!!
Oferecemos soluções em assessoria de imprensa, comunicação visual, marketing digital, gestão de redes sociais e elaboração de projetos diversos para treinadores, atletas, clubes, empresas e demais profissionais do esporte.
Powered by